top of page

Escola de Porto Alegre ganha biodigestor


Uma escola no bairro Humaitá, em Porto Alegre, está fazendo história ao se tornar a primeira da cidade a instalar um biodigestor. Este equipamento tem a capacidade de transformar resíduos orgânicos em biogás, que será utilizado na cozinha da Escola Vereadora Antônio Judici, também localizada no bairro Humaitá.


O biodigestor opera em um ambiente anaeróbico, sem a presença de oxigênio, para gerar gás. Embora ainda não esteja produzindo gás no momento, espera-se que nos próximos dias ele comece a fornecer o combustível necessário. A cozinheira, Adriana, está ansiosa pela chegada desse gás, pois a cozinha é responsável por preparar refeições para mais de mil alunos. Além de auxiliar na preparação das refeições, o gás também será utilizado para aquecer a água, o que é especialmente útil para a lavagem de louça. Isso significa que o grande fogão não será necessário em todos os momentos, economizando recursos.


Este biodigestor na escola é o décimo instalado em escolas municipais de Porto Alegre, dois dos quais foram resultado de uma parceria público-privada com a prefeitura. Esses biodigestores estão trazendo uma nova vida a locais que antes estavam abandonados, com foco na sustentabilidade, incluindo práticas como a captação de água da chuva e o uso de painéis de energia solar.


Atualmente, há dois terrários urbanos sustentáveis em Porto Alegre, e a prefeitura está finalizando o processo para instalar o terceiro. Com a conclusão deste projeto, mais dois biodigestores serão enviados para escolas, não apenas apoiando as operações da cozinha, mas também proporcionando oportunidades de aprendizado para os alunos.


Os alunos estarão envolvidos na separação dos resíduos orgânicos que alimentarão o biodigestor, tornando isso parte integrante do currículo de educação ambiental da escola. Essa iniciativa é um passo significativo em direção a uma cidade mais sustentável e consciente do meio ambiente.


コメント


bottom of page